Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Raul Plassmann critica Gabigol e a divisão na torcida do Flamengo

Ex-goleiro do Flamengo questiona atitudes do atacante e seu impacto no clube.

Redação
Foto: Instagram @raul_plassmann Raul Plassmann

O ex-goleiro Raul Plassmann, 79 anos, campeão mundial pelo Flamengo em 1981 e ídolo de uma geração de rubro-negros, fez duras críticas ao atacante Gabigol. Plassmann acredita que Gabriel Barbosa só continua no clube devido aos gols decisivos que marcou na conquista da Libertadores de 2019.

"Se não fosse por esses gols, já estaria fora do Flamengo há muito tempo. É uma série de comportamentos ilógicos", afirmou Raul em entrevista recente.

Comportamento Polêmico

Raul não poupou críticas ao comportamento de Gabigol fora de campo. Ele mencionou um episódio em que o jogador vestiu uma camisa do Corinthians em casa, negou quando a foto vazou na internet e, posteriormente, admitiu o fato e pediu desculpas. Para Raul, os jogadores têm o direito de vestir o que quiserem em casa, mas devem considerar a importância do clube que representam.

Continue lendo após a publicidade

"Ou é burro ou é inocente. Acredita no Coelhinho da Páscoa, em Papai Noel. Você tem que saber onde está. Ele não tem consciência nenhuma. Ou se acha maior do que o Flamengo", criticou o ex-goleiro, que também atuou como treinador e comentarista de TV após se aposentar dos gramados.

Impacto na Torcida

Plassmann também destacou que o comportamento de Gabigol tem gerado divisão entre os torcedores do Flamengo. Segundo ele, essa situação é prejudicial ao clube, pois cria conflitos internos entre os fãs.

"Ele é tão nocivo ao Flamengo que dividiu a torcida. Tem torcedores a favor e torcedores contra. Ele cria uma situação horrorosa para o time. Divide a maior torcida do planeta", comentou.

Recentemente, houve protestos de torcedores que, apesar de reconhecerem as conquistas de Gabigol, se manifestaram contra o jogador, chegando a chamá-lo de 'canalha' durante uma partida na Arena da Amazônia.

Relevância de Gabigol

Apesar das críticas, é inegável que Gabigol teve um papel crucial nas conquistas do Flamengo nos últimos anos. Seus gols na final da Libertadores de 2019 contra o River Plate garantiram um dos títulos mais importantes da história do clube. Além disso, Gabigol continua sendo um dos principais artilheiros do time.

No entanto, o comportamento do jogador fora de campo e algumas atitudes polêmicas têm gerado questionamentos sobre seu comprometimento e profissionalismo. Para Raul Plassmann, esses fatores pesam negativamente, independentemente dos feitos dentro das quatro linhas.

O Futuro de Gabigol no Flamengo

Com a divisão na torcida e as críticas cada vez mais frequentes, o futuro de Gabigol no Flamengo se torna incerto. A diretoria do clube precisa avaliar não apenas o desempenho esportivo do jogador, mas também seu impacto no ambiente interno e na relação com a torcida.

O Flamengo tem uma história rica e uma torcida apaixonada, e manter a harmonia entre clube, jogadores e fãs é essencial para o sucesso contínuo. A situação de Gabigol pode servir como um ponto de reflexão para todos os envolvidos no futebol profissional, destacando a importância do comportamento fora de campo tanto quanto o desempenho dentro dele.

As críticas de Raul Plassmann a Gabigol levantam questões importantes sobre a conduta dos jogadores e seu impacto nos clubes que representam. A divisão da torcida do Flamengo é um reflexo direto das atitudes do atacante, que, apesar de seus feitos históricos, precisa reconsiderar suas ações para manter seu prestígio no clube.

Para mais informações sobre o Flamengo e outras notícias do mundo do futebol, continue acompanhando nosso site.

Destaques da Matéria

  • Raul Plassmann critica comportamento de Gabigol
  • Ex-goleiro questiona atitudes polêmicas do atacante
  • Gabigol é apontado como fator de divisão entre os torcedores do Flamengo
  • Futuro do jogador no clube se torna incerto

Com informações do site Terra.

Saiba mais

Comente