Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Arrascaeta revela desejo de jogar no Peñarol: "Um sonho a ser realizado"

O craque do Flamengo, Arrascaeta, abre o jogo sobre seu sonho de vestir a camisa do Peñarol

Redação
Foto: Reprodução Arrascaeta é "assediado" pelo mercado árabe há muitas temporadas, mas não pretende sair do Flamengo

O ídolo flamenguista, Arrascaeta, recentemente compartilhou seus sonhos futuros em uma entrevista à ESPN Uruguai. Em um papo sincero, o meia expressou seu desejo de um dia representar o Peñarol, seu clube de coração. Embora sem definir um prazo, Arrascaeta ressaltou a dinâmica do futebol, reconhecendo a incerteza desse processo: "Seria desleal fixar uma data exata, pois o futebol é imprevisível."

"Converso muito com meus amigos, todos torcedores do Peñarol, e é um sonho que ainda quero cumprir", afirmou o uruguaio, demonstrando sua conexão emocional com a equipe.

Ao comentar sobre a temporada passada, marcada por desafios para o Flamengo, Arrascaeta destacou a importância de mudar a mentalidade e celebrar as recentes conquistas do clube. O jogador enfatizou a importância de começar bem e expressou sua felicidade pelo momento atual da equipe rubro-negra.

Continue lendo após a publicidade

Adaptação dos uruguaios ao Flamengo

Sobre a adaptação dos jogadores uruguaios ao time, Arrascaeta compartilhou sua satisfação: "Estamos todos os dias juntos nos treinamentos, compartilhamos mate e eles já se sentem em casa."

Domínio do futebol brasileiro na América do Sul

Arrascaeta refletiu sobre o crescimento econômico do futebol brasileiro, que atrai jogadores de alto nível, até mesmo da Europa. Ele elogiou a competitividade do Brasileirão, reconhecendo-o como um dos campeonatos mais equilibrados.

Expectativa pela Copa América

O meia destacou a importância do grupo e elogiou o trabalho do técnico Marcelo Bielsa, destacando a dedicação do time uruguaio.

Destaques da matéria

  • Arrascaeta revela desejo de jogar no Peñarol.
  • Flamengo busca mudança de mentalidade após desafios em 2023.
  • Adaptação dos uruguaios ao ambiente do clube.
  • Reflexões sobre o domínio do futebol brasileiro na América do Sul.
  • Expectativas para a Copa América sob o comando de Marcelo Bielsa.

Saiba mais

Comente