Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Gerson de volta: "Dor de cabeça" para Tite e a busca pelo "esquema ideal"

Meio-campista se recupera, gerando dilema tático no Rubro-Negro.

Redação
Foto: Marcelo Cortes / CRF Tite

Recuperação de Gerson e desafios táticos no Flamengo

Após uma cirurgia renal, o meia Gerson, de 26 anos, está em processo de recuperação visando seu retorno aos campos. A expectativa é que possa voltar no próximo mês. Entretanto, seu retorno pode ser uma "dor de cabeça" para Tite, pois o Flamengo tem se destacado recentemente com sua formação atual.

Durante a ausência de Gerson, o Flamengo tem escalado Erick Pulgar, Nicolás de La Cruz e Arrascaeta no meio-campo. Essa formação tem gerado resultados positivos, com Pulgar se destacando e encontrando seu melhor desempenho, contribuindo para um meio-campo mais enxuto.

Além disso, Tite optou por Luiz Araújo e Everton Cebolinha como titulares no ataque, proporcionando uma formação mais ofensiva, porém taticamente sólida. A presença desses jogadores em campo tem tornado o Flamengo mais compacto e difícil de ser penetrado pelos adversários.

Continue lendo após a publicidade

Com a iminente volta de Gerson, Tite enfrentará decisões táticas. O meia poderá substituir um dos atacantes, retornando o Flamengo à formação com três jogadores no meio. Outra opção seria posicionar Arrascaeta mais adiantado, mantendo a estrutura atual com Nicolás de La Cruz. Essas são alternativas que Tite poderá considerar quando Gerson estiver disponível para jogar. Por enquanto, a formação atual será mantida.

Destaques da matéria:

  • Recuperação de Gerson após cirurgia renal.
  • Desafio tático para Tite com o retorno iminente do meio-campista.
  • Efeitos positivos da formação atual do Flamengo nos últimos jogos.

Comente