Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Gerson do Flamengo: Dívida e suspensão pendentes

Gerson, do Flamengo, enfrenta litígio financeiro e risco de suspensão. Saiba os detalhes.

Redação
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo Gerson é o 8 do Flamengo de novo

Fora dos campos desde o início de março devido a uma cirurgia para tratar uma infecção urinária, o meio-campista Gerson, vinculado ao Flamengo, está envolvido em uma disputa legal com o empresário Federico Pastorello, com quem mantém uma pendência financeira desde 2020. O jogador tem até o dia 3 de abril para quitar uma dívida de R$ 1,5 milhão com o empresário, sob o risco de ser suspenso caso não o faça.

Disputa financeira e antecedentes

Em junho de 2020, o pai de Gerson, Marcão Silva, contestou o contrato de representação da família com a empresa de Pastorello, a P&P Sport Management, com sede em Mônaco, alegando a nulidade do acordo. A principal justificativa era a falta de licença de Pastorello para atuar no Brasil. A disputa seguiu para a Câmara Nacional de Resolução de Litígio (CNRD), órgão criado pela CBF.

A CNRD decidiu a favor de Pastorello, ordenando que Gerson pagasse a dívida até o dia 1º de abril deste ano. A rescisão do contrato de representação foi considerada sem justa causa pela CNRD.

Continue lendo após a publicidade

Risco de suspensão e Paralelo com outro caso

A situação de Gerson não é única no mundo do futebol. Um caso similar envolveu o atacante Leandro Carvalho, ex-Botafogo e Ceará, que também enfrentou problemas financeiros com sua agência. Sua negligência em quitar uma dívida resultou em uma suspensão de dois meses e só pôde retornar aos gramados após regularizar sua situação financeira.

De acordo com informações do site ge.globo, a situação de Gerson permanece delicada, pendendo para uma resolução financeira imediata.

Destaques da matéria

  • Gerson, meio-campista do Flamengo, enfrenta litígio com empresário Federico Pastorello.
  • Dívida de R$ 1,5 milhão deve ser quitada até 3 de abril para evitar suspensão.
  • Disputa teve início em 2020, com contestação do contrato de representação pela família de Gerson.
  • Paralelo com caso de Leandro Carvalho evidencia recorrência de problemas financeiros no futebol brasileiro.
  • Situação de Gerson segue sem resolução definitiva, conforme informações do ge.globo.

Saiba mais

Comente