Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Tite e Gerson inspiram Flamengo a vencer Bolívar com discurso motivador

Com clima de 'vida ou morte', Tite e Gerson inflamam o grupo antes da goleada do Flamengo

Redação
Foto: Paula Reis / CRF Técnico Tite

Na última quarta-feira (15), o Flamengo goleou o Bolívar por 4 a 0, em jogo válido pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores. A partida era crucial para manter o Flamengo na briga pela classificação às oitavas de final, e o time entrou em campo com um espírito de 'vida ou morte', motivado pelas palavras de Tite e Gerson no vestiário.

Discurso de Tite: Recordando a altitude

O técnico Tite foi o primeiro a falar, lembrando a equipe sobre o primeiro jogo na altitude de La Paz e usando isso como combustível para o confronto no Maracanã. “A por do jogo lá, naquela altitude, ficou atravessado. Não estou falando mal, estou falando de competitividade sem bola. Leal! Leal, mas para ganhar a bola. E com a bola, para jogar, é luz, é talento, é calma, é discernimento, é qualidade técnica. Equilibra essas duas coisas. Mas, eu não esqueço de lá”,** disse o treinador.

Gerson: Sangrar o adversário

Depois de Tite, foi a vez de Gerson motivar o grupo. Capitão da equipe e autor de um dos gols no confronto, Gerson enfatizou a dificuldade enfrentada na altitude e pediu uma postura agressiva no Maracanã. “O jogo lá foi fda. Quem não estava lá sabe que foi difícil para carlh, e quem estava lá sabe ainda mais. Jogo difícil p carlh*, aqui vamos entrar e matar os caras. Leal? Claro, mas com atitude p carlh. Quem comanda o jogo somos nós. Do primeiro ao último minuto. São 100? 100 minutos na alta intensidade. Oportunidade de matar os caras? Mata os caras. Lá eles fizeram a gente sofrer, aqui a gente faz eles sangrarem”,** apontou Gerson (Veja vídeo).

Continue lendo após a publicidade
Flamengo/status/1791486019767857484">

Retrospecto da primeira partida

A partida mencionada por Tite e Gerson foi o primeiro confronto entre Flamengo e Bolívar nesta edição da Libertadores. Disputada a 3650m de altitude em La Paz, o Flamengo enfrentou muitos desafios, com vários desfalques importantes como Allan, Léo Pereira, Varela, Ayrton Lucas, Erick Pulgar, Arrascaeta e Pedro.

Naquela ocasião, o Flamengo sofreu um gol logo aos dois minutos, mas empatou aos cinco. No entanto, a altitude e a ausência de jogadores-chave pesaram, resultando em uma derrota por 2 a 1, com um segundo gol do Bolívar aos 62 minutos. Apesar das medidas para minimizar os efeitos da altitude, como o uso de bombas de oxigênio no intervalo, o time sofreu com a condição adversa.

Goleada no Maracanã

Jogando em casa e com o apoio da torcida, o Flamengo deu o troco no Bolívar. Inspirados pelas palavras de Tite e Gerson, o time mostrou uma belíssima atuação coletiva, vencendo por 4 a 0. A vitória não só garantiu a continuidade na Libertadores, mas também reafirmou a força do Flamengo em momentos decisivos.

A diretoria do Flamengo está satisfeita com a resposta da equipe, que soube transformar um momento de adversidade em uma exibição de gala.

Destaques da Matéria

  • Tite e Gerson inflamam o grupo com discursos motivadores antes do jogo.
  • Flamengo enfrenta Bolívar com espírito de 'vida ou morte'.
  • Primeira partida na altitude de La Paz foi um desafio significativo.
  • Flamengo vence Bolívar por 4 a 0 no Maracanã e continua na Libertadores.
  • Belíssima atuação coletiva garante a vitória e empolga torcida.

Saiba mais

Notícias sobre

Comente