Mengo Mania

Notícias

Outros Canais

Jogos

Wesley, do Flamengo, fala sobre incidente com empresário na Barra da Tijuca

Lateral dá sua versão sobre suposta agressão durante depoimento à polícia.

Redação
Foto: Gilvan de Souza / CRF Wesley

Versão de Wesley sobre agressão a Empresário

O lateral-direito Wesley, do Flamengo, depôs recentemente na 16ª delegacia de polícia, esclarecendo as acusações de agressão feitas pelo empresário Kaio Mana, ocorridas em um quiosque na Barra da Tijuca, em 10 de março.

Depoimento de Wesley

No seu depoimento, Wesley negou veementemente ter agredido o empresário. Ele alegou ter agido em defesa de sua irmã, afirmando que "foi para cima" de Mana para protegê-la. O jogador também contestou a versão de Kaio, que afirmou estar sentado durante o incidente.

Motivo da briga

Ambos os depoimentos concordaram quanto ao motivo da briga: uma alegada filmagem sem autorização. Wesley declarou que pediu a Mana para parar de filmar, temendo que isso o prejudicasse. Segundo ele, a discussão se intensificou após Mana empurrar sua irmã, levando-o a reagir.

Continue lendo após a publicidade

Repercussões Legais

Além das acusações de agressão, Wesley também moveu uma queixa criminal contra Mana, alegando ter sofrido ameaças. Por sua vez, a defesa de Kaio Mana considera a acusação de Wesley como calúnia e não descarta contra-atacar com uma acusação de denunciação caluniosa.

Entenda o caso

No dia seguinte ao incidente, Kaio Mana registrou um boletim de ocorrência contra Wesley, alegando ter sido agredido pelo jogador no quiosque. Ele afirmou que uma discussão se iniciou após ser acusado de tirar uma foto sem autorização. Mana relatou ainda que Wesley o ameaçou antes de sair do local.

O Flamengo, por meio do vice-presidente de futebol, Marcos Braz, está acompanhando o caso. Após a denúncia, o clube optou por aguardar o desenrolar das investigações antes de tomar qualquer medida.

Notícias relacionadas

Destaques da Matéria:

  • Wesley, do Flamengo, presta depoimento sobre acusação de agressão a empresário.
  • Lateral nega ter agredido e alega agir em defesa de sua irmã durante o incidente.
  • Disputa envolve alegações de filmagem sem autorização e possíveis ameaças.
  • Clube aguarda desdobramentos da investigação antes de tomar medidas.

Saiba mais

Comente